Pular para o conteúdo principal

Se vis pacem,para bellum

 *Porque não encontro um jornal cujo assunto principal não seja o da violência.Vem em minha mente a vontade de assim escrever sobre aquela que penso ser uma das mais cruéis formas  de sua manifestação.
A guerra é luta sangrenta à mão armada.Isso diz  tudo:   assassinato,violência,perseguição,ódio,ferro,fogo, sangue.Com o seu início cessa o direito,a razão,a justiça.Desaparece depois a ordem,a alegria,o sossego,por fim vem a destruição,o pavor,o saque,a fome,o desespero,a morte.Triste mundo este em que vivemos,no qual nada existe de constantemente bom,de duradouramente agradável,de estavelmente seguro.Tudo aqui é transitório e alternativo.O que é hoje pode não ser amanhã.A tranquilidade e a intranquilidade moram conosco.A paz e a contenda se sucedem.Momentos de satisfação e de aflição nos acompanham sempre. O Cristianismo procurou melhorar a incompreensão humana pela lei do Amor,a filosofia esforçou-se por generalizar o conhecimento racional,a ciência tem diligenciado engrandecer o gênero do saber organizado,mas ainda assim a humanidade continua persistente no desamor,no ceticismo,na ignorância,omitindo-se a grande compreensão da finalidade da vida. O egoísmo,a vingança,a ambição,com a subestima por tudo o que é bom,nobre e justo espelham o tempo do obscuro planeta em que vivemos."Se vis pacem,para bellum" - "se quer paz prepara-te para a guerra" -é um provérbio latino bem conhecido e totalmente seguido pelos países armamentistas.A guerra quando mesmo justificável para defesa da nação,após fracassado entendimento diplomático,é sempre uma demonstração da força bruta tripudiando sobre o direito e a razão,o que comprova a inferioridade do nosso tempo. Insisto em me perguntar por que tudo isso acontece?E,não encontro outra senão a resposta de que é simplesmente porque foi banida dentre nós a lei do amor,primeiro requisito para a implantação da paz.Contudo,a paz é almejada por todos.Fala-se muito a favor da paz,trabalha-se arduamente pela paz,deseja-se intensamente a paz.Esse anseio de pacifismo representa a alvorada do amor, a maior força de atração universal. Tenhamos portanto,fé,idependentemente de qual seja a religião.Algum dia a humanidade depurada na retorta dor,no crivo da provação,exausta de tamanho sofrimento,cansada de guerra,esclarecida das verdades eternas,aceitando finalmente a idéia de fraternidade universal,com os olhos voltados para o Alto,passará a trilhar o caminho do amor,então o nosso mundo será povoado por gente mais adiantada,evangelizada,amante da verdadeira paz! 
Esperemos confiantes a vitória do amor,que renovará a face da terra.Ele é,sem dúvida,a fortaleza invencível contra toda a maldade humana.Só o amor poderá vencer a guerra.

Comentários

Edna Lima disse…
Lindo post!A paz que buscamos dentro de nós deveria ser também,prioridade das nações.
Bom dia amiga.
Um sol brilhando e escaldante do nordeste pra vc se aquecer do gélido frio.Beijos.
Edna
✿ chica disse…
Essa PAZ é o que mais queremos e buscamos. Temos que cultivá-la pelo menos, dentro de nós, pois no mundo, ela está faltando e muito! Pena!! Lindo teu texto!! Faz pensar!! beijos,ótimo dia,chica
Sinto, que à minha volta, em todos os lugares que frequento,principalmente o chamado virtual (onde é imensa, a "convivência" ) as pessoas estão tão desejosas dessa almejada Paz, que acredito que ela vai se instalar, a partir desse amor que "poderá vencer a guerra". Seu texto, Bergilde, tem as mãos do Divino, quero crer!

Um beijo, muito afetuoso,
da Lúcia
EDER RIBEIRO disse…
Amiga Bergilde, as suas aflições são minhas, as mesmas perguntas tb. Creio q qdo nos disfizermos do apego a tudo, tenhamos o verdadeiro significado da vida, a natureza nos mostra q só somos por inteiro qdo nos doamos ao outro, um exemplo: as flores e os pássaros, e isso é um ato de amor. Bjos.
Cida disse…
Oi Bergilde!...:)

Obrigada pela visitinha, amiga. Eu "ando" por toda a blogosfera, mas entro muda e saio calada (pura falta de tempo para comentários, pode acreditar!).
Quanto ao Mosaicos, realmente ainda não me decidi se vou dar sequência (no momento estou mais propensa a achar que não).
Fora isso, está tudo maravilhosamente bem por aqui. Tenho curtido muito os netos, todos estão saudáveis e felizes, graças a Deus, e é isso que importa. Aproveito para desejar para você e os seus, um lindo e abençoado Natal. Que Jesus e Maria continuem enchendo de bençãos o seu lar.

PAZ & LUZ!

Beijinhos,

Cid@
Mona Lisa disse…
O mundo está virado do avesso!

O medo, ansiedade, incerteza fazem-nos perder a esperança.

Temos que ter força e pensar positivo...sabendo que querer é poder!

Beijos.
Luma Rosa disse…
A questão da guerra serve para repensarmos a natureza humana. Somos o mesmo homem das cavernas. O que evoluiu foi o nosso aparelho intelectual, mas em termos emocionais, psicológicos, o homem mantém a mesma agressividade que tenta controlar a todo tempo. Talvez esse seja o grande conflito do homem. A guerra não se justifica para os pacíficos, mas se justifica para aqueles que querem "justiça" ou sentem-se rebaixados ou afrontados em sua dignidade. Manter o lugar de líder de uma tribo... e outros até pensam que ganharão o céu se portarem bombas em seus corpos. Os conflitos de território estão nos cartórios ou entidades governamentais, qual a diferença? Os conflitos individuais não ganham repercusão, mas tem muita gente sem teto, porém quando a massa se revolta, existe a "guerra". A guerra se faz até mesmo entre os cães... O mal da guerra é afetar inocentes.
Querer que o mundo seja uma grande nação, parece um sonho bem distante!!
Beijus,
Anne Lieri disse…
Querida Bergilde,só mesmo acreditando na possibilidade da paz podemos suportar a guerra!A violencia está demais mesmo!Adorei o seu texto,sempre atual e inteligente!Bjs e bom final de semana!
Tucha disse…
Tento manter esta esperança, mas cada dia mais a humanidade me desanima e me faz ficar pessimista em relação ao futuro.
Querida amiga

E enquanto
acreditamos
na vitória
do amor,
a esperança
permanecerá viva
em algum lugar
do mundo.

Que amar seja para ti
o objetivo de cada instante.
LUCONI disse…
Amiga a guerra é uma das maiores mazelas da humanidade, e pior do que as guerras propriamente ditas, são as guerras internas de cada país, de cada cidade, elas são anônimas, e levam muitas vidas, causam muito mal a muitos inocentes, a paz minha amiga é a unica forma de conseguirmos a real felicidade, de conseguirmos a tão almejada transformação, adoro estar aqui, seus textos são excelentes e atuais, parabéns, beijos Luconi
Georgia Aegerter disse…
Bergilde, que texto bem escrito e quanta sabedoria em tuas palavras.

Quando Jesus nasceu, um dos anjos disse assim: " Glória a Deus nas maiores alturas. Paz na terra aos homens de boa vontade."

Ele nao disse que seria paz por toda a terra, mas somente aos homens de boa vontade. E somos poucos pelo visto. Uma pena.

Beijos e uma linda semana
✿ chica disse…
Volto pra te agradecer e desejar mais uma linda semana, tudo de bom aí no friozinho! beijos,chica