Pular para o conteúdo principal

Se você quer aprender tem que estudar

Vivemos constantemente tendo que tomar decisões cujos resultados nem sempre correspondem às nossas expectativas.Acontece comigo e com todas as pessoas deste mundo.A diferença está no modo como cada um percebe isto.
Somos responsáveis pelas escolhas que fazemos e também pelos sentimentos que  se formam dentro de nós a partir delas.Logo,podemos escolher todos os dias entre estar tristes,desanimados ou enfrentar os desafios com coragem e determinação.Muitas daquelas chamadas 'frases feitas' de circunstância,auto-ajuda,ou qualquer outra coisa como queiramos chamá-las, podem ter seu lado terapêutico positivo também.Por exemplo,no início das nossas férias pasquais meu filho mais velho(7 anos)  tinha muitas tarefas de casa para fazer e pouca vontade de levá-las à conclusão de acordo com a meta que estabelecemos para cada dia,mesmo sendo um menino além de inteligente muito interessado pelos estudos.'Desenha já quase com a perfeição de um ilustrador'-  dizem as professoras,deixando a mãe sempre babada de tanto gosto toda vez que escuta os elogios e vê as notas 'delle pagelle'(boletins escolares).Fato é que o sistema escolar daqui adotando a avaliação continuada, praticamente toda semana na escola há provas escritas e orais além dos projetos com trabalhos e experiências práticas em laboratório de ciências e informática desenvolvidos quase que diariamente pelas crianças.por não falar dos livros de literatura  infanto-juvenil italiana que são lidos e discutidos a cada duas semanas,dos recitais de poesia e música e do esporte que é vivenciado em forma de educação psicomotora.Uma 'rotina escolar muito puxada' e cheia de compromissos e responsabilidades  aos olhos de uma  mãe educadora.Porém, são estas as exigências do mundo moderno,justifica o pai.Tenho que admitir que há razão nas suas palavras. Entretanto,quando possível procuramos deixar de lado a agenda de tantos empenhos e vivemos apenas o lazer por puro lazer,isto é,o brincar por brincar e divertir,preferivelmente ao ar livre despreocupadamente.  
Assim,tornando ao exemplo familiar, chamou nossa atenção a reação da irmã de cinco anos que, sem que menos esperássemos saiu com esta expressão:"Se vuoi imparare devi studiare"(Se você quer aprender tem que estudar) repetindo sempre na hora dos deveres do menino,chegando a funcionar como uma espécie de mantra porque parece que ele ouviu e introjetou como lição,conseguindo terminar e aprender todo o conteúdo para o período estipulado de modo até mais bem humorado e confiante com esta ajudinha inspirada.  
É necessário pois aprendermos a enfrentar a vida com a leveza que continuamente nos ensinam nossas crianças,sem nos deixarmos absorver pelas dificuldades,sejam elas quais forem,pequenas ou grandes dependendo do ponto de vista de quem as deve afrontar,procurando aceitar as próprias limitações e, principalmente, não julgando os outros.
Muitas vezes o auxílio chega de onde menos esperamos!
                                                      

Comentários

✿ chica disse…
Bergilde, essa frase é verdadeira mesmo! Aqui também estou sempre envolvida com o Neno que a cada dia volta pra casa com tarefas enormes.

Livros que me caíram o queixo, ele deve ler: Te dou um exemplo: Os Miseráveis( na minha cabeça, não é para um menino de 10 anos) Porém, todas as semanas devem ler um livro assim.

Estou pronta até pra ir lá com a professora questionar. Pode ser bom por um lado, mas pode tirar o gosto tão grande pela leitura, ler livros chatos e ainda com obrigação.

Assim, as coisas andam dureza mesmo! E eles tem que se virar, assimilar essa necessidade e ir em frente, aprendendo , estudando e muiiiiiiiiiiito!


beijos,tudo de bom,chica
Bergilde disse…
Obrigada Chica sempre pela tua presença,carinho e por este depoimento onde percebo cada vez mais a necessidade de uma mudança neste sistema educacional atual em termos de mais qualidade e menos quantidade.É global!*
Edna Lima disse…
Que bela história.O seu filho puxou a mãe.Adorei saber do nível das escolas no primeiro mundo .Milênios de distância do nosso país.
A irmã mais sabedoria pura. Mulheres sempre com mais intuição desde pequenas.
Obrigada pelo carinho e amizade. Beijos. Edna.
Élys disse…
Sua filha diz por intuição uma grande verdade...É preciso estudar.
Beijos.
Jota Sena disse…
Olá amiga Bergilde!

Que bom estar aqui lendo seus textos... Bergilde, meus parabéns aos seus dois filhotes adorado, conforme você sempre se referiu a eles.Eu diria, que,ter orgulho por um filho esforçado, não é vaidade, mas sim; uma colheita do você plantou.

Abraços e obrigado por sua amizade.




Anne Lieri disse…
Oi Bergilde! A pequena Chiara foi muito sábia!Que gracinha!Das crianças sempre espero grandes lições como essa!Lindo seu relato!bjs e boa semana!
ValériaC disse…
Lindeza suas crianças, querida... e vamos nos equilibrando entre os deveres, afinal estudar é preciso e vamos mesclando sempre que possível, levezas, amenidades, brincadeiras livres.
Crianças são seres tão especiais, que lidam com tudo e muito mais, de uma forma que chega a surpreender a gente...beijos,
Valéria
Mona Lisa disse…
A tua princesa tem razão ao dizer:"Se você quer aprender tem que estudar".

Não concordo com a quantidade, pois não é nela que está a qualidade.

Em períodos de descanso (férias escolares) os deveres devem ser reduzidos ao essencial, pois toda a criança precisa de descanso. Daí haverem férias.

Mesmo no dia a dia escolar "encharcar" uma criança de trabalhos de casa é anti pedagógico.

Tem que haver método!

Beijinhos.


















Tem dois meninos de ouro puro.
Seguia todas as descrições que fazia no blogue anterior.
Os nossos meninos aprendem a ser organizados como nos lhes transmitimos.
Nem todos os pais conseguem transmitir regras úteis e exemplos de organização.
A sua menina tem razão e ela sabe já como enfrentar a vida.
Luma Rosa disse…
Que graça a sua filha, Bergilde!! Ela sabendo da rebeldia do seu filho, quer animá-lo. Digo rebeldia, pois eu também era assim. Às vezes a facilidade no aprendizado, faz a criança achar desnecessário estudar tanto...rs.
Boa semana!! Beijus,
Georgia Aegerter disse…
Bergilde, tudo bem?

Voltando das férias de Páscoa...

Todas em todas as fases precisamos ficar atentas.

Eu me lembro que fiquei descabelada qdo a Viviane teve que ler os contos de fada. Imagina, o lobo comendo a vovozinha da chapeuzinho vermelho, da Bela e a fera que teve que ficar num castelo longe de casa e do pai, nossa a Viviane ficou traumatizada e eu tive que explicar muita coisa.

Uma gracinha a tua filha querendo consolar o irmao.


Bjos
Tucha disse…
Gostei das reflexões da mãe atenta e afetuosa e a nossa gatinha tem razão "tem que estudar"...
Olá,Bergilde!!!

Que belo texto!!E bem verdadeiro. Se queremos aprender,precisamos estudar! Quem me dera, se as escolas públicas brasileiras fossem ao menos um pouquinho como as daí...
Mesmo com tantas cobranças, estas crianças estarão mais bem preparadas para enfrentar a vida hoje!
Mas claro...sempre é bom equilibrar o estudo com o lazer!
Beijos,querida!
Artes e escritas disse…
Lindos ensinamentos, Bergilde. Parabéns para a sua família e para você! Um abraço, Yayá.
Sissym disse…
Olá Bergilde,

O mundo está tao competitivo que temos que estudar continuamente. Tudo é rapido demais.

Contudo, não faço da vida de minha filha uma agenda full time de obrigações. Tanto assim, ela ainda brinca quando amigas querem namorar! Ela é muito criativa e isso se aprende, brincando.

Beijos