Pular para o conteúdo principal

Ser amigo com o coração

Cada um é o que é e se revela como tal no seu dia a dia,sobretudo em determinados momentos ou circunstâncias da vida.
Desse modo,é fácil ser amigo quando se pensa que se pode tirar proveito de uma determinada pessoa e de sua amizade.Ser amigo por conveniência é muito fácil e também não é difícil achar amigos como por exemplo,pra uma feijoada,um churrasco na beira da sua piscina de frente pro mar,ou pagando a conta de quem automaticamente aceita seus convites pra sair pra qualquer lugar porque sabe quem é que vai bancar tudo no final.Isto acontece desde os princípios da humanidade e vai continuar acontecendo(ao meu ver merecidamente) se a pessoa não for capaz de discernir quem está com ela pelo que ela é realmente ou apenas pelo status social que representa.
Infelizmente a realidade comprova que muitas dessas pessoas acostumadas ao contínuo assédio de amigos por interesse pelo seu "grand monde" com o passar do tempo e se o dinheiro delas diminuir acabam mesmo é ficando sozinhas,sem ao menos um telefonema de quem antes lhes dava tapinhas nas costas ou aqueles sorrisinhos camaradas.O mundo da política e da televisão está cheio de personagens como estes que perdendo a sua fortuna automaticamente deixam de ser interessantes,perdendo a própria importância midiática,sendo logo substituídos por outrem.
É preciso abrir os olhos e procurar perceber quem de fato gosta mesmo da gente pelo que a gente é,com as nossas qualidades e apesar de todos os nossos defeitos.Quem não se aproxima da gente em certo período só por estratégia ou calculadamente já prevendo ganhos pessoais,mas principalmente,é procurando sermos nós mesmos,sem receios nem fingimentos que conseguimos encontrar os verdadeiros amigos,buscando acima de tudo sermos amigos não com o bolso,mas com o coração!Podem até ser poucos,contados nos dedos de uma única mão os amigos que encontraremos,mas aí sim se consegue 'ver quem é de verdade e quem é de mentira'...'só o amor constrói pontes indestrutíveis' como diz a letra daquela canção.

Comentários

✿ chica disse…
Toda razão tens,Bergilde! Há amigos e usurpadores, o que é feio, bem diferente!!

Há os que apareçam apenas nas festas e oba,obas... Na hora da precisão, never!!!

Há ainda os que na hora de pagar, "esquecem" carteiras ou usam de artimanhas. Enfim, cabe a nós ter olhos bem abertos pra nessas frias não entrar! Melhor ter pouquíssimos, mas certos os amigos de verdade! Beijos, linda semana,chica
Élys disse…
Tens razão Bergilde, geralmente são poucos os amigos verdadeiros...Você mostra bem porque.
Um abraço.
Élys.
Mona Lisa disse…
Ser amigo é saber que há alguém sempre presente em qualquer altura da vida, principalmente quando estamos com problemas, mesmo que não se vejam com frequência.Por vezes, basta uma palavra...

Sempre distingui os amigos. Tenho muito poucos.Amigas com A...tenho duas que são mais que irmãs. Acompanharam-me sempre nos piores momentos da minha vida. Mesmo agora que estou longe delas, falamos pelo telefone e vindo o tempo melhor virão até cá e depois irei lá eu.

As outras são meras conhecidas. Falamos, mas de nada de importante...

Adorei o teu texto.
Parabéns!

Beijinhos.