Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Tenho procurado ensinar aos meus filhos...

A serem eles mesmos.
Que a vida real não é como aparece nos contos de fadas, mas que é possível amá-la sempre...
Que é bom sorrir mesmo quando as coisas não parecem fáceis.
Que o tempo não apaga nada, mas que pode ajudá-los a se sentirem bem em cada (re)começo.
A praticarem o amor próprio, o amor aos outros. 
A não se acontentarem com pouco, mas a serem felizes com o que têm.
A levantarem sozinhos depois de cada queda, a enxugarem as próprias lágrimas depois de cada choro.
Que nem sempre são os outros a desiludirem, às vezes a gente também faz até sem querer.
Que nem sempre o bem que se faz é retribuído e que nem por isto se deve deixar de fazê-lo.
A caminharem com os pés no chão, sem deixarem de olhar pro alto.
A sentirem-se livres, donos de suas escolhas, do seu caminho.
A tocarem na vida do outro com cuidado, atenção, a não serem intrometidos.
A seguirem em frente mesmo quando os dias são escuros e os ventos não favoráveis pois depois da tempestade vem sempre a bonança.
A não se renderem diante…

A Festa do Amor

A festa do amor não pode ser considerada apenas mais uma comemoração prevista no nosso calendário variando a data de país a país e que acontece somente uma vez no ano, porque o amor em si significa uma grandíssima festa, dia após dia, hora após hora, minuto a minuto, a cada instante o amor é imensidão!
São momentos únicos, mágicos, de eternidade, gratuidade, serenidade, alegria, paz, respeito, totalidade, elegância, força e coragem nas dificuldades. É simplesmente sonho que se torna realidade, plenitude e muito mais que o vocabulário da vida consiga expressar para sua definição. 
Na verdade não se pode limitar o significado do amor com palavras, com um só pensamento, pois infinitas são as facetas desse sentimento...
Certa vez ouvi de alguém que o amor seria o encontro entre duas doenças que se completam. Fiquei a refletir sobre o sentido de tal afirmação que assim dita me parecia até um referimento a uma enfermidade, distorção de tudo o que para mim poderia ser. Ao indagar sobre o porquê…